Barbearia F.C

A confiança é um elemento fundamental em qualquer tipo de relação. Seja ela: marido e mulher, entre amigos, e por aí vai. Mas existe uma que nós homens (pelo menos eu) acho fundamental. A confiança no nosso cabeleireiro. Sim. Por que desde piá eu corto o cabelo com o mesmo barbeiro. Você não?

Não sei o que tem de especial nessa relação, só sei que ao longo de nossa vida ela se torna extremamente confiável. Tanto que o meu barbeiro se mudou e eu faço questão de me deslocar até seu novo estabelecimento só para aparar as madeixas.

Essa confiança a que me refiro, é a mesma que a torcida tem no seu goleiro e no seu centro avante. Quando o atacante bate aquela bola sem perigo no gol, sabemos que o nosso goleiro irá pegar. E quando o chute é meio gol, acreditamos e confiamos num possível milagre por parte do camisa um. Naquela final de campeonato em que temos um pênalti contra, temos certeza que ele defenderá. É pura confiança. O que é claro, ajuda na melhor performance do arqueiro.

Já o centro avante. Ah o centro avante. A peça principal de todo time que pretende ser vitorioso. O matador. Aquele que mete medo na torcida adversária. O cara. Quando ele pega na bola, nosso coração bate acelerado e nossos olhos já vêem a rede balançando. Aquele que tem por virtude não a técnica e sim o faro de gol. Claro que uma coisa não exclui a outra. Tivemos vários matadores que tinham por principal virtude justamente a técnica. Cito só um: Romário.

Time que não tem um goleiro e um centro avante confiável, é que nem bairro sem cabeleireiro. Qualquer um acha que pode fazer o serviço, mas acabada o fazendo de forma errada e mal feita. Aí não há cabelo que aguente.

Anúncios

vai ti catar ô!

Se tem uma coisa que não entra na minha cabeça é por que as pessoas se interessam tanto pela vida das outras. Realmente não consigo entender. Já não basta cuidar da sua, elas ainda perdem tempo (e põe perdem nisso!) cuidando da vida dos outros.

São vários os fatores que, creio eu, levam uma pessoa a xeretar e cuidar da vida alheia. Mas o principal é a inveja. Inveja de viver e ser aquela pessoa que tanto vigia a vida. Seja pelo orkut, msn, fofocas, enfim! São vários os meios.

Mas por que elas não pensam em se tornar uma pessoa melhor? Lutar pelos seus objetivos? Ou simplesmente parar de viver a vida dos outros? Talvez por que coitadas não tem capacidade nem de pensar. Vá saber.

To falando isso por que num país de terceiro mundo, onde o BBB é líder de audiência, algumas pessoas deixaram de viver a própria vida pra viver a dos outros. Que falta de personalidade e amor próprio, tá loco!

Se cada um cuidasse da sua vida o mundo seria melhor!

Meio previsível e clichê o final né?

Ahh não enche também! O blog é meu e eu escrevo o que eu quiser!

Vai tu fazer um pra ti escrever também, oras!

 

ta feio o troço

A direção do Grêmio disse que prentende trazer mais 4 reforços de qualidade.

Depois do que vi hoje contra o Sapucaense, 4 só é pouco!

Sei que é início de trabalho e faltam estreiar Roger, Perea e Rodrigo Mendes.

Mas mesmo assim é preciso mais gente, se não será um ano sofrido.

Força Grêmio Hey!

todo mundo sabe…

que se ele quiser jogar é craque. Acho boa a contratação, agora é esperar pra ver se o rapaz quer jogar ou não.

roger-041_g_tratada.jpg

Mas ainda falta muita gente para o time ser competitivo em 2008. Principalmente no ataque. Setor que inexiste até agora.

dá um tempo rivalidade!

Aconteceu uma coisa engraçada esses dias. Como de praxe, fui à redenção tomar um chimarrão no fim da tarde de domingo. Até aí nada engraçado. Mas, começou a ficar quando meu amigo que ia junto vestia a camisa do time da Beira Lago. Aí deu! Eu estava com o manto sagrado Tricolor, é lógico. Eis que foi a dupla GreNal lado a lado. Das ruas do Partenon a Redenção. E finalmente aos bares da Cidade Baixa.

O engraçado estava nas reações de algumas pessoas que cruzavam por nós pelas ruas. A maioria dizia: “mas como lado a lado? Isso não pode!” e outras palavras que desaprovavam essa amizade e convívio entre arque rivais. Levamos todas a provocações na brincadeira, até por que acredito que a maioria das pessoas falavam já em tom de brincadeira. Já outras falavam muito sério. E sério de mais, inclusive. Aí deixa de ser engraçado para ser preocupante.

Será que a rivalidade está num nível tão grande e perigoso que Gremistas e colorados não podem sair juntos e serem amigos? Claro que podem! E devem! Alguns dos meus melhores amigos são colorados. Claro que se brinca, se toca flauta, mas tudo na brincadeira. Afinal de contas à amizade está a cima da rivalidade, não está? Até a mulher que eu amo é colorada. Mas isso foi praga de colorado. Tenho certeza! Mas enfim, deixa Ela quieta né Loira? Até o amor está a cima disso.

Portanto, deixamos a rivalidade de lado e sejamos cordiais um com os outros. Pelo menos até o próximo GreNal.

a primeira do ano

Existe uma frase que é mais ou menos assim: “quanto mais conheço as pessoas, mais amo meu cachorro”. Não lembro quem a disse e não estou a fim de procurar no Google. Pois bem, acho que a generalização da frase não é correta, entretanto o contexto é perfeito.

O fato é, que algumas pessoas nos decepcionam de tal maneira que ficamos descrentes do restante. E o pior, daquelas pessoas que esperamos mais, é que vem as maiores decepções, evidente.

Mas é assim mesmo que aprendemos. Errando, acertando, se decepcionado, se surpreendendo. Mas que bate uma raiva… ahh bate.

mais um ano que se passa…

Primeiramente uma Feliz 2008 para todos!

Sejam felizes e curtam cada dia como se fosse o último…Faça, fale e demonstre para as pessoas que você gosta o quanto elas são importantes na sua vida…Por que ao fim de tudo elas são tudo que temos…

Como membro da classe trabalhadora e desprovida de dinheiro, fiquei na capital durante as festas de fim de ano. Pois bem, como Porto Alegre fica legal sem tanta gente. Coisa bem boa! Vira outra cidade. Que maravilha poder sair sem tumulto, sem trânsito, sem filas. Quem dera que todo dia fosse assim.

Amanhã o grupo Tricolor se reapresenta. Confesso que estou decepcionado e preocupado com o plantel que a direção Gremista está montando para 2008. Minha esperança é que reforços de nome cheguem do exterior. Por que com o grupo que temos não disputamos nem o gauchão com chance de vencer. Tá feia a coisa. Mas creio que vontade e garra não vão faltar. Tendo isso já é meio caminho andado. Problema é que só isso não resolve. Mas confio na direção e sei que teremos um time para brigar tanto no regional quanto na Copa do Brasil.