3×0 boyacá chicó

Melhor campanha da primeira fase da Libertadores.

Alguém imaginaria?

Enfim, agora sim começará a competição.

Rumo ao Tri!

Dale!

Anúncios

não garante, mas ajuda

A primeira posição geral entre os 16 classificados para a próxima fase da Libertadores não garante o título. Isso já sabemos. Entretanto, não podemos desprezar a grande vantagem que é jogar todos os jogos de volta em casa.

Em 2007 a força da torcida gremista dentro do estádio Olímpico conduziu, de maneira inesparada, o time de Mano Menezes a uma final contra o Boca.

Tirando o confronto decisivo contra o Santos, o Olímpico foi fundamental para os resultados do time. Tirando é claro, o jogo de volta da final.

Evidente que o primeiro lugar não garante nada. Mas será uma grande ajuda ao time gremista caso saia vitorioso na próxima terça.

cadê? [2]

A Ulbra foi um dos assuntos de capa de Zero Hora hoje. Entretanto, a matéria acrescenta pouca coisa que ajude a entender os motivos da crise.

No Correio do Povo a mesma coisa. Matéria que só projeta o que acontecerá.

Parece que está todo mundo interessado no que vai vir. E não no que aconteceu. Não era pra ser o contrário?

cadê?

Estranhamente a crise da Ulbra parece ter acabado. Sim! Olhando os jornais da capital é raro encontrar alguma notícia sobre o assunto. Parece que o problema estava realmente concentrado no reitor. Como ele saiu, tudo agora está em paz.

Hospitais fechados e atrasos de salários ainda são fatos. E por que não são pautas dos jornais? Por que o ex-reitor não é personagem de uma grande reportagem que poderia explicar a situação atual? Porque, creio eu, que essa crise não aconteceu da noite pro dia.

Um dia a Ulbra é notícia em todos os meios de comunicação. No outro, nem uma manchete ela vira. Estranho né?