O elefante de R$ 1 bilhão é brasiliense

Do Estadão.

A reforma do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha vai custar pouco mais de R$ 1 bilhão, de acordo com a nova matriz de responsabilidades para a Copa do Mundo de 2014, publicada nesta quarta no Diário Oficial da União. O documento é um compromisso de obras que o governo tem com a Fifa e é atualizado a pedido de estados e municípios. Por estas informações, a arena da capital do País será a mais cara do evento. Na atualização estão ainda a inclusão de oito projetos, a maioria de menor porte, e a retirada de seis, de grande impacto.

Brasília, sem nenhuma tradição no futebol nacional, terá o estádio mais caro da Copa.

Como diz o outro: “Copa do Mundo, amigo!”

Anúncios