Onde estão nossos centroavantes?

E Diego Costa escolheu jogar pela Espanha. Ajudado pela regra esdrúxula da Fifa, o centroavante decidiu defender a Fúria. Questão particular e indiscutível.

Em contrapartida, algumas reações chamaram a atenção. O presidente da CBF gritou: “Vamos lutar até as últimas consequências para que ele jogue pelo Brasil.” Além de desconsiderar a escolha do atleta, Marin parece querer obrigar o camisa 9 a vestir a amarelinha – o mandatário da CBF parece não esquecer seu passado ditatorial. Torcedores – via redes sociais – execraram a escolha de Diego. Traidor (?) foi um dos adjetivos usados para definir o jogador.

camisa 9

Evidente que o bom momento vivido pelo atacante despertou o interesse de Felipão sobre o atleta, por outro lado, esse desespero também nos mostra como vivemos uma escassez de centroavantes de qualidade. As opções para o posto ficam, por hora, em Fred, Jô, Leandro Damião, quem mais?

Num passado recente, Ronaldo, Romário e Careca foram unanimidades, atualmente não as temos. Para piorar a situação, é cada vez mais raro encontrar nas categorias de base aquele jovem com um perfil parecido daqueles grandes finalizadores que trajaram a amarelinha.

Se a tendência é formarmos atacantes rápidos e que pecam em posicionamento e presença dentro da área, o ‘choro’ por Diego Costa faz sentido. Em breve, achar um camisa 9 para a seleção será tarefa árdua.

Anúncios

Uma foto com Rita Cadillac

Não resisti. Tirei uma foto com a Rita Cadillac. A enxurrada de comentários –  a maioria femininos – me condenou por tal atitude. Só por que ela está ‘velha’? Já os homens foram mais compreensivos e elogiaram minha postura.

A eterna chacrete, evidentemente, já não esbanja a mesma beleza – principalmente corporal – que a alçou a símbolo sexual.

Em seu show, ela ainda atrai olhares tentadores de homens e mulheres que têm por objetivo dar um beijo numa das bundas mais famosas do Brasil. Afinal de contas, o fetiche popular ainda persiste através do tempo.

rita-cadillac-quando-era-chacrete--184082

Se Roberto Carlos ainda é rei. E Pelé ainda é craque. Cadillac carrega a fama de símbolo sexual. A chacrete, que ganhou notoriedade por realizar shows em presídios e por ter estrelado filmes pornôs, ainda transpira sexualidade.

Estava ali. Tive a chance de tirar uma foto com a Rita. Por todo o imaginário coletivo que a cerca, me senti na obrigação de registrar tal momento. Até porque, quando se fala em bunda, lembramos dela e da Gretchen – Carla Perez, talvez.

Pergunto: qual homem não faria o mesmo?